Magnésio - as funções e métodos de prevenção de faltas dele

Magnésio - as funções e métodos de prevenção de faltas dele

As faltas do magnésio é um problema de grande parte da população em Portugal. Sofrem dela tanto os jovens como os mais velhos. O magnésio infelizmente continua a ser o elemento pouco apreciado mas que tem boa influência não só para a nossa saúde mas também para a psíquica e aparência.

Para que precisamos do magnésio?

É um dos elementos mais comuns e ao mesmo tempo mais valiosos. Ocorre em praticamente todas as células do corpo humano. 

O magnésio está envolvido na transmissão dos impulsos nervosos, e contribui para o funcionamento do tecido nervoso. Tem o seu impacto inestimável sobre o equilibrio psicossomático. Isso evita cãibras musculares, e melhora o funcionamento delas. Suporta o sistema imunitário e reduz o risco de ataque cardíaco. Suporta a produção de insulina e impede a deposição do colesterol nos vasos sanguíneos.


Causas da deficiência de magnésio

A necessidade para o magnésio para o homem comum é de 300-400 mg por dia. Tendo em conta que uma grande quantidade de magnésio é fornecida na dieta e, cada vez mais, encontramos comida e artificialmente modificada, contém cada vez menos magnésio. 

As causas mais comuns de deficiência de magnésio é o abuso do álcool, beber quantidades excessivas de café, o uso de pílulas anticoncepcionais, beber pouca água, estresse, insuficiência renal e excesso de gorduras na dieta. 

A deficiência de magnésio manifesta-se sob a forma de aumento da excitabilidade neuromuscular. Pode se notar também por exemplo tiques, alterações cardíacas, inúmeras cãibras, formigamento nas pernas e braços e dormência destas partes, perda de cabelo, náuseas, diarreia e dificuldade de concentração. A deficiência de magnésio também pode causar depressão. 

Como lutar com as faltas de magnésio?

Para além de suplementação, a única forma apropriada de luta com deficiência em magnésio é a dieta e a mudança na alimentação. Antes de determinar o que se deve comer, vale a pena lembrar que a absorção de magnésio depende da vitamina B6, que está, entre outras coisas, em legumes, nozes, soja, trigo mourisco, sementes de abóbora, pão integral. 

Um dos melhores elementos da dieta rica em magnésio é pão integral. Também deve adicionar à sua dieta pevides, sementes de girassol, rebentos, amêndoas, salmão, peixe branco, espinafre, arroz (especialmente integral), feijão, flocos de aveia, chocolate preto e cacau. 

Na aplicação da dieta para combater deficiência de magnésio e ao tomar suplementos deve se lembrar de tentar não exagerar na dose de magnésio. Os sintomas que o nosso corpo sofre de um excesso de magnésio são: fraqueza, dificuldades respiratórias, hipotensão ou arritmia cardíaca.