Será que o sal é realmente prejudicial?

Será que o sal é realmente prejudicial?

Assasino branco - assim muitos especialistas chamam sal, tal amada pelos milhões de pessoas. Como é na verdade? Será que o sal realmente é tão prejudical e devemos evitá-lo completamete?

Por muitos anos, existe uma opinião de que o sal é extremamente prejudicial e o seu consumo em grandes quantidades influência de forma negativa vários orgãos. Principalmente fala-se muito de que pode aumentar a probabilidade de ataque cardíaco ou problemas de circulação e pressão arterial. Todas estas suposições são confirmadoas pelos estudos em que o sal é definido como um produto extremamente prejudicial.

Na realidade, no entanto, não é tão terrível e amantes de sal não têm que esquecer completamente sobre ele. Deve-se ressaltar que o sal dá sabor e se é usada de forma moderada, certamente não vai levar a grandes problemas de saúde. Investigações e recomendações dizem que deve-se consumir até 5 g de sal por dia. Esta é uma indicação, que também é confirmada pela Organização Mundial de Saúde.

Obviamente, uma grande quantidade de sal certamente vai ter influência negativa, especialmente para pessoas que têm problemas com a pressão arterial. Para as pessoas saudáveis, o seu efeito não vai ser tão visível, e o produto não vai ser muito prejudicial. Se, no entanto, existe tal possibilidade, vale a pena substitutir o sal pelas outras especiarias, como pimenta, pimentão ou ervas que têm um impacto muito melhor na saúde humana e na verdade podem ser consumidos sem quaisquer restrições.